domingo, 24 de fevereiro de 2013

Revolução Russa resumo

Revolução Russa

Em 1917, na Rússia, houve uma revolução que instituiu o primeiro Estado socialista da história. Dessa revolução nasceu a União Soviética, que se tornou uma grande potência do século XX junto aos Estados Unidos.

Sociedade rural


No começo do século XX, a economia russa era baseada na produção de trigo. Mais de 80% da população residia no campo, sendo, em sua maioria, camponeses pobres.

Industrialização tardia


Ao contrário da maioria dos países da Europa, a Rússia deu início a sua industrialização apenas em 1984, quando o governo ofereceu incentivos para a entrada de capital estrangeiro no país, provenientes principalmente da França e da Alemanha. Os empregos gerados pela industrialização se concentravam em grandes centros urbanos e, normalmente, eram salários baixíssimos com uma jornada de 12 horas de trabalho por dia. Assim, formaram-se grupos de trabalhadores que organizaram projetos políticos baseados em ideias socialistas e revolucionárias que, de alguma forma, melhorassem a vida da classe operária.

Partidos políticos

Após a organização dos operários, criou-se o Partido Operário Social-Democrata Russo. Como o governo czarista russo não admitia qualquer forma de oposição ao seu governo, esse partido foi violentamente perseguido e desarticulado em 1898. No entanto, seus líderes se reorganizaram  no exterior.
Em 1903. divergências quanto à forma de ação levou o partido a se dividir em dois grupos:
Mencheviques: Pequeno grupo que defendia que o melhor caminho era estabelecer alianças entre trabalhadores e a burguesia liberal para conquistar o poder.
Bolcheviques: A maioria. Defendia a conquista imediata do poder, mediante a uma revolução. Defendia um governo onde a classe operária dominasse. O principal líder era Lenin.

Revolta de 1905

Em 1904, devido à disputa por territórios na China, a Rússia entra em guerra com o Japão. Com exércitos despreparados, os russos foram derrotados, em 1905,  perdendo territórios. Essa derrota agravou a crise econômica no Império russo e a insatisfação da população. A partir daí, houve diversas manifestações e protestos contra o governo. Esse conjunto de manifestações foi chamadas de Revolta de 1905. Dois episódios marcaram essa revolta. São eles:
domingo_sangrento  Domingo Sangrento: Durante uma manifestação        pacífica em frente ao palácio czar, a guarda
czarista reagiu violentamente, resultando em centenas de manifestante mortos. Essa ação da guarda revoltou toda a sociedade russa.
  Revolta do Encouraçado Potemkin: Os tripulantes do navio de guerra russo, Potemkin, rebelaram-se contra seus comandantes, sendo apoiados pela população. Nessa época surgiram os primeiros sovietes, isto é, conselhos de operários, criados para coordenar as greves operárias. Após o final da guerra contra o Japão, as tropas se direcionaram às manifestações, anulando grande parte delas. A revolta de 1905 foi controlada e os líderes dela foram exilados.

brancos_vermelhos_04

Entrada na Primeira Guerra

O governo russo mobilizou cerca de 13 milhões de soldados para a guerra. No entanto, as tropas não estavam preparadas para resistir por muito tempo. Depois de dois anos de lutas, a economia russa entrou na reserva (colapso). Por causa da guerra, os meios de transporte foram destruídos e a produção agrícola foi arrasada. O preço dos alimentos subiu absurdamente e a população começou a passar fome.

Processo revolucionário russo

O processo revolucionário pode ser dividido em três fases:

  • Revolução Branca (fevereiro) – Ideias capitalistas
O governo foi controlado pelos “brancos”, nome dado aos não bolcheviques.                  
Explicação: O czar foi deposto e um governo provisório foi formado por políticos liberais. Nesse governo podemos destacar as seguintes medidas adotadas:
  • redução da jornada de trabalho para oito horas diárias
  • anistia aos exilados
  • garantia do direito de expressão
O governo provisório, porém, não resolveu as crises enfrentadas pelo país e não retirou os soldados da Primeira Guerra Mundial. Beneficiado pela anistia, Lenin, líder revolucionário antes exilado, regressou à Rússia e passou a liderar a oposição (bolcheviques) ao governo provisório.

  • Revolução Vermelha (outubro) – Ideias socialistas
Com o apoio das forças armadas, os bolcheviques tomaram o poder. Nesse governo podemos destacar as seguintes medidas adotadas:
  • Pedido de paz imediata: retirada da Rússia guerra
  • Confisco de propriedade privada: divisão das terras por igual
  • Estatização da economia: nacionalização de empresas (bancos, fábricas)

Guerra civil


Após conflitos violentos em uma guerra civil, o governo bolchevique manteve-se no poder. Em 1918 o partido antes denominado como Bolchevique passa a se chamar Partido Comunista e se consolidam no poder. Após a instauração definitiva do socialismo na Rússia, os países capitalistas se afastaram do país para que o crescimento do socialismo fosse impedido.

Adoção da NEP


Após a guerra civil , a economia russa se encontrava arrasada. O governo de Lenin decidiu , então, adotar medidas de carater liberal (capitalista) como, por exemplo, a liberdade de comércio interno e de salários, criação de empresas privadas e empréstimos estrangeiros. Ainda assim, o governo socialista predominava, gerenciando o sistema bancário e as indústrias de base.

Partido Único


Durante esse período novo da história russa o governo não admitia qualquer tipo de oposição e tornou-se o único partido existente em todo o país.

Criação da URSS


Em 1922 foi fundada a União das Republicas Socialistas Soviéticas (URSS), populamente conhecida como União Soviética. 

Governo de Stalin 
stalin77

Após o falecimento de Lenin, Stalin, por meio de meios um tanto duvidosos, assumiu o poder.
Stalin abandonou a NEP, renacionalizando a economia. Por meio de estatização da economia, Stalin promoveu os seguintes pontos à Rússia.

  • Desenvolveu a indústria de base, explorando as reservas minerais do país
  • Mecanizou a agricultura
  • Desenvolveu a educação pública com o ensino obrigatório e gratuito, erradicando o analfabetismo
É claro que nem tudo foi bom, pois nenhum o governo é perfeito. O lado perverso desse governo foi a sangrenta ditadura que perseguiu cruelmente as oposições políticas.

Fonte: http://resumoescola.blogspot.com.br/2011/04/revolucao-russa.html

Questões sobre a Revolução Russa

1) O “Manifesto Comunista”, 150 anos depois da 1ª edição, guarda um caráter de atualidade porque:

a) a burguesia ainda é uma classe revolucionária.
b) a exploração das massas proletárias continua em andamento.
c) o capitalismo chegou à fase final das suas contradições.
d) os direitos civis dos proletários estão completamente assegurados.
e) a união proletária se concretiza em escala mundial.

2) Quais as principais medidas estabelecidas pelos bolcheviques ao chegar no poder?

a) Estatizou fábricas, bancos, confiscou os bens e propriedades. Distribuindo os latifúndios aos camponeses. Retirou a Rússia da guerra
b) Mantiveram a Rússia na guerra. Aplicaram a economia de mercado e derrubaram o governo provisório.
c) Aboliram a censura à imprensa, legalizaram os partidos políticos e concederam anistia aos exilados políticos.
d) Derrubaram o Czar. Mantiveram a Rússia na guerra. Não atenderam a principal reivindicação dos camponeses: a reforma agrária 

3) “Todo poder aos sovietes” Esta frase de Lenin estabelecia uma das bases da Revolução Bolchevique. O que eram os Sovietes? 

a) Representavam os conselhos populares formados pela burguesia industrial, os camponeses e os operários.
b) Assembléia capaz do organizar a classe operária e instaurar a ditadura do proletariado através da luta armada
c) Significa comitês, eram congressos que reuniam trabalhadores, soldados e camponeses.
d) Um tipo de assembléia chamada Duma que congregaria representantes os trabalhadores e de outra classes sociais.

4) O Partido Socialista era composto de duas correntes com diferentes idéias a respeito de como os operários tomariam o poder da Rússia: Os bolcheviques e os mencheviques. A partir desta informação podemos afirmar que:

I- Os bolcheviques achavam que se deveria formar um partido capaz do organizar a classe operária e instaurar a ditadura do proletariado através da luta armada.
II- Os mencheviques acreditavam que deveria formar um grande partido de massas, incluindo a burguesia, e participar das atividades políticas.
III- Lenin era o líder dos mencheviques e Kerensky dos bolcheviques.
IV- Bolchevique significa maioria e Menchevique significa minoria.
V- Os mencheviques conseguiram impor suas idéias e conduziram a Revolução Russa.

5) Explique a importância para a História do acontecimento denominado Revolução Russa.

6)  Quais fatores contribuíram para a eclosão da Revolução Russa?

7) Explique as duas etapas do processo da Revolução Russa .

8) (UFFRJ) Em 1921, o problema nacional central era o da recuperação econômica - o índice de desespero do país é eloquente: naquele ano, 36 milhões de pessoas não tinham o que comer. Nas novas e ruinosas condições da paz, o "comunismo de guerra" revelava-se insuficiente: era preciso estimular mais efetivamente os mecanismos econômicos da sociedade. Assim, ainda em 1921, no X Congresso do Partido, Lenin propõe um plano econômico de emergência: a Nova Política Econômica.
NETO, J. P. "O que é Stalinismo". São Paulo: Brasiliense, 1981.

Sobre a chamada Nova Política Econômica é correto afirmar que:

a) ela reintroduziu práticas de exploração econômica anteriores à Revolução Russa de 1917, que se traduziram num abandono temporário de todas as transformações socialistas já feitas e um retorno ao capitalismo.
b) ela consistiu na manutenção de elementos econômicos socialistas, na organização da economia (como o planejamento) e na permissão para o estabelecimento de elementos capitalistas por meio da livre iniciativa em certos setores.
c) ela significou fundamentalmente uma reforma agrária radical que promoveu a coletivização forçada das propriedades agrárias e a construção de fazendas coletiva, os Kolkhozes.
d) seu resultado foi catastrófico, mesmo permitindo a volta controlada de relações capitalistas na economia, já que ela ampliou ainda mais o nível de desemprego e produziu fome em grande escala.
e) ela significou, com a abertura para o capitalismo, um aumento substancial da produção industrial, mas, ao mesmo tempo, por ter retirado todos os incentivos anteriormente concedidos à produção agrícola, foi a razão da ruína do campo.

9) Leia o texto a seguir.

“Que a Rússia czarista estava madura para a revolução, merecia muitíssimo uma revolução, e na verdade essa revolução certamente derrubaria o czarismo, já fora aceito por todo observador sensato do panorama mundial desde a década de 1870” – Eric J. Hobsbawn

a) Com base nessa afirmação, destaque a situação econômica da Rússia antes que o processo revolucionário de 1917 acontecesse.
b) Identifique e explique dois levantes que antecederam a Revolução Russa.

10) Leon Trotski argumentava em 1904 que a tese política defendida por Lênin poderia "conduzir a organização do partido a substituir o partido, o Comitê central a substituir a organização do partido, e finalmente um ditador a substituir o Comitê central". (Trotski, "NOSSAS TAREFAS POLÍTICAS", Brochura redigida e publicada em 1904, em Genebra). Assinale a alternativa com o nome do responsável pelo regime que, na prática, confirmou a previsão de Trotski.

a) Bukharin.
b) Stalin.
c) Kalinin.
d) Brejnev.
e) Molotov. 

11) O Estado Soviético, formado após a Revolução Russa, cuidou de expurgar da cultura desse país toda e qualquer manifestação artística que estivesse, no entendimento das autoridades, associada ao chamado "espírito burguês". Foi criada, então, uma política cultural que decretava como arte oficial apenas as expressões que servissem de estímulo para a ideologia do proletariado. Dessa forma, foi consagrado um estilo conhecido por:

a) expressionismo soviético - que, através de uma orientação estética intimista, procurava expor a "alma inquieta dos povos eslavos", que passaram a integrar a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.
b) abstracionismo proletário - que, através da decomposição geométrica do real, exprimia a "ordenação sincrônica da sociedade comunista".
c) realismo socialista - que, através de composições didáticas, esteticamente simplificadas, procurava enaltecer a "combatividade, a capacidade de trabalho e a consciência social" do povo soviético.
d) romantismo comunista - que, através de um figurativismo apenas sugestivo, procurava realizar a "idealização do mujique", o camponês russo típico, como representante das raízes culturais russas.
e) concretismo operário - que, através de uma concepção criadora autônoma - não resultante de modelos -, utilizava elementos visuais e táteis, com o objetivo de mostrar a "prevalência do concreto sobre o abstrato"- ideia básica no materialismo dialético.

12) A abolição do princípio da propriedade privada, a estatização dos meios de produção e a assinatura de um tratado de paz com a Alemanha, marcando a saída do país da guerra, foram as principais medidas adotadas na Rússia por:

a) Stálin, em agosto de 1929.
b) Lênin, em outubro de 1917.
c) Trotsky, em abril de 1924.
d) Kerensky, em fevereiro de 1917.
e) Kornilov, em setembro de 1921.

13) No contexto da Revolução Russa (1917), os Bolcheviques

a) uniram-se numa organização contra-revolucionária para derrubar o poder conquistado pelos Mencheviques.
b) defendiam a conquista do poder pelos trabalhadores participando normalmente de eleições.
c) defendiam a posição segundo a qual os trabalhadores só chegariam ao poder pela luta revolucionária com a formação de uma ditadura do proletariado.
d) formaram o "Exército Vermelho" liderado pelos antigos militares.
e) alteraram sua denominação para Partido da Ditadura proibindo toda oposição ao Regime Socialista.

14) O fragmento a seguir estabelece uma relação entre a Revolução Francesa, de 1789, e a Revolução Russa, de 1917. "Para os socialistas da segunda metade do XIX (...) a Revolução francesa é portadora de uma esperança que tem um nome mas não possui ainda um rosto. Tudo muda com 1917. A partir de então a Revolução socialista possui um rosto: a Revolução francesa deixa de ser a matriz a partir da qual pode e deve elaborar-se uma outra revolução libertadora." (Furet, F. "Ensaios sobre a Revolução Francesa", Lisboa, A Regra do Jogo, 1978, p. 138.) Essa relação é possível, entre outros fatores, pois

a) a primeira delas foi inspiradora da segunda, mas a Francesa teve efeitos apenas nacionais e a Russa expandiu-se para além de suas fronteiras.
b) as duas revoluções contiveram, em seu interior, variadas propostas e revelaram, ao final, a vitória de projetos socialmente transformadores.
c) a primeira delas foi inspiradora da segunda, mas a Francesa foi dirigida pelos "sans-culottes" e a Russa pelos bolcheviques.
d) as duas revoluções manifestaram caráter exclusivamente político, sendo ambas portadoras de propostas liberais e socialistas.
e) a primeira delas foi inspiradora da segunda, mas a Francesa teve caráter burguês e a Russa aristocrático.

15) Quando a terra pertencer aos camponeses e as fábricas aos operários e o poder aos sovietes, aí teremos a certeza de possuir alguma coisa pela qual lutar e por ela lutaremos!" (HILL, Christopher, "Lenin e a Revolução Russa". Rio de Janeiro, Zahar, 1967.) Com essas palavras de ordem, o socialismo tinha por meta: 

a) abolir a propriedade privada, a luta de classes e a dominação do homem pelo homem. 
b) extinguir as relações religiosas, familiares e filantrópicas, instituindo formas comunitárias de convivência. 
c) promover o desenvolvimento por meio da distribuição da renda e da consolidação de um Estado assistencial. 
d) instaurar uma sociedade organizada em associações profissionais, com base na competência. 
e) garantir a presença do Estado, que funcionaria como mediador das relações interclasses sociais.

16) A Revolução Russa foi um dos grandes acontecimentos históricos que marcaram a crise da sociedade liberal no início do século XX. Sobre as etapas do processo de construção do socialismo na Rússia, podemos afirmar corretamente que:

a) O Governo Provisório, iniciado com a Revolução de Fevereiro (1917), levou ao poder os grupos liberais burgueses aliados aos mencheviques que, liderados pelo primeiro ministro Kerensky, fecharam a Duma (Parlamento) e encerraram as atividades dos Comitês de Sovietes.
b) a liderança exercida pelos bolcheviques sobre os demais partidos políticos atuantes no período pré-revolucionário permitiu que controlassem as reformas econômicas empreendidas pela Duma (Parlamento), convocada pelo Czar Nicolau II no Manifesto de Outubro (1905).
c) a participação da Rússia na Primeira Guerra Mundial (1914 -1918) fez retroceder o processo revolucionário, pois as baixas excessivas, sofridas pelo exército russo, foram compensadas por diversas anexações territoriais, tais como a Rússia Branca e a Georgia.
d) as diversas agitações populares e as tentativas revolucionárias, lideradas por segmentos burgueses e citadinos, enfraqueceram-se progressivamente após a vitória russa na guerra contra o Japão (1903-05), que abriu aos russos os ricos mercados comerciais do oriente.
e) as "Teses de Abril", enunciadas por Lênin (1917), popularizaram os ideais revolucionários bolchevistas ao reivindicarem a divisão das grandes propriedades fundiárias entre os camponeses e a entrega do poder aos sovietes, fortalecendo o partido bolchevique no processo da revolução.

17) Leia o seguinte texto: "É ingênuo esperar a maioria formal dos bolcheviques; nenhuma revolução espera isso. ... Precisamente as ruinosas vacilações da Conferência Democrática devem esgotar e esgotarão a paciência dos operários de Petrogrado e Moscou! A história não nos perdoará se não tomarmos agora o Poder." Diga quem o escreveu:

a) Lênin;
b) Yeltsin;
c) Trotsky;
d) Rosa de Luxemburgo;
e) Kerensky.

18) Durante a Revolução de 1917, quase todas as nacionalidades da Rússia enxergaram na queda do czarismo e, depois, na do governo provisório a oportunidade para recuperarem sua liberdade." (FERRO, Marc. HISTÓRIA DAS COLONIZAÇÕES: DAS CONQUISTAS ÀS INDEPENDÊNCIAS - SÉCULOS XIII A XX. São Paulo, Companhia das Letras, 1996.) Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre a questão das nacionalidades na URSS, EXCETO

a) A tese da revolução mundial promoveu uma revisão pelos bolcheviques do princípio da autodeterminação dos povos.
b) Lenin, enquanto líder expressivo da Revolução Russa, sempre se manifestou contra o princípio da autodeterminação dos povos.
c) O direito à autodeterminação dos povos, embora proclamado pelos revolucionários de 17, nunca foi efetivamente praticado.
d) O fracasso na resolução do problema das nacionalidades pelo governos comunistas ficou evidente no momento da fragmentação da antiga URSS.

19) A respeito da Revolução russa de 1917, julgue os seguintes itens. 

(1) Ocorrida em meio à Primeira Guerra Mundial, estabeleceu uma ruptura política e social, iniciando uma radical transformação da Rússia dos czares. 
(2) Em um primeiro momento, a burguesia russa assumiu o poder; em seguida, com a ascensão bolchevista, a revolução tornou-se proletária. 
(3) Nos primeiros anos do novo regime, sob a liderança de Lenin, foram tomadas medidas de nacionalização da indústria, de reorganização da sociedade e de combate à contra-revolução. 
(4) Com Stalin, que governou a União Soviética durante vários anos, consolidou-se a abertura política do regime, pela adoção do pluripartidarismo e de medidas descentralizadoras.

20) Em outubro deste ano, a Revolução Russa de 1917 comemorou seu 80 anos, continuando a ser alvo de intensas discussões que polarizaram as opiniões: de um lado, uma etapa decisiva na libertação da sociedade russa; de outro, uma conjuntura denunciada como um período de crimes e de desastre. Vista por qualquer um dos prismas, a Revolução de 1917 teve significado mundial, embora suas raízes devam ser buscadas em condições especificamente russas. Dentre essas condições que desencadearam o processo da Revolução Russa, pode-se destacar:

a) a autocracia czarista, que convivia com uma economia rural estagnada e um campesinato faminto
b) o fim da servidão, que possibilitou o progresso agrícola e o acesso à terra de grande parcela do campesinato
c) a mobilidade das classes sociais, que garantiu a ascensão de inúmeros trabalhadores fabris e pequenos proprietários
d) o papel fundamental de uma burguesia industrial e financeira, que estimulou o desenvolvimento de uma indústria de base

Gabarito:

1) B  2) A  3) C  4) E  5) O estudo deste processo revolucionário tornou-se importante para a História, em razão das representações e rupturas relacionadas com as mudanças na estrutura do poder político, sociais e econômicas. Em linhas gerais é considerada o modelo clássico de revolução proletária que destruiu a ordem capitalista e burguesa lançando os fundamentos do primeiro Estado socialista da história da humanidade, acontecimento este de relevância para a História. 
6) Devido a uma combinação de vários fatores: 
- A crise econômica; pesados impostos; a fome que atingia grande parte da população; 
- Incapacidade administrativa dos Czares; 
- As derrotas da Primeira Guerra Mundial; 
- Grande desigualdade social existente no país. 
7) O primeiro momento deu-se com a revolução de fevereiro, que promoveu a queda do czarismo e a instalação de um governo da burguesia, democrático e liberal, comandado pelo partido Menchevique. 
O segundo momento, com a revolução de outubro, marca o período da tomada do poder pelos bolcheviques marxistas (do partido operário), para instaurar o governo composto pelos proletários e início da história de um novo país que se chamou União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) a partir de 1921. 
8) B  
9) a) Antes que a revolução acontecesse, a Rússia vivia uma situação econômica marcada pela questão do atraso. A grande parte do país dependia da produção agrícola e os camponeses viviam subordinados ao mando de uma pequena faixa de grandes proprietários de terra. Ao mesmo tempo, a industrialização do país se dava pela força do capital estrangeiro e da exploração sistemática de uma classe operária em formação.
b) O Domingo Sangrento e a rebelião do Encouraçado Potemkin foram dois eventos que indicavam a grave crise que ameaçava o regime czarista, ambos realizados no ano de 1905. No primeiro, um grupo de operários foi assassinado durante uma manifestação pacífica onde reivindicavam aumento de salários e melhores condições de vida. No segundo, um grupo de militares tomou uma embarcação oficial em sinal de protesto à manutenção do país na Guerra Russo-japonesa
10) B  11) C  12) B  13) C  14) B  15) A  16) E  17) A  18) B  19) V V V F  20) A

Nenhum comentário:

Postar um comentário